Conteúdo

22/05/2019

Se você é gestor de frotas, ou trabalha na área, com certeza já deve ter se feito essa pergunta. Ao assumir uma área de frotas, e consequentemente condutores, acreditamos que a principal preocupação é com a vida das pessoas. Implementar uma cultura de segurança na empresa é sempre o primeiro passo, mas depois disso o papel do gestor com a empresa é melhorar os seus resultados. E aí vem a pergunta: por onde começar a reduzir os custos da frota?

Investir em tecnologias adequadas para a frota é um meio eficiente de cuidar dela e dos seus custos. Além da telemetria que oferece um software completo para o gestor, que é o caso da GolSat, sistemas de integração também proporcionam soluções de cuidado com a vida e com os custos.

 

Como reduzir custos da frota

Algumas dicas são importantes para o gestor que está procurando reduzir os custos da frota. Confira 6 passos que você pode aplicar na sua gestão:

  • Reduza o tamanho da frota

Faça uma análise por operações ou rotas, às vezes um pool necessita da metade dos carros que estão disponíveis. Soluções de compartilhamento de veículos ou até mesmo a utilização de aplicativos como Uber ou 99 Táxi também são opções estratégicas que podem ajudar na redução dos custos.

  • Diminua a quantidade de quilômetros rodados

Tire proveito da tecnologia: seu time pode realizar reuniões via internet para evitar deslocamentos até a base. Se já tem telemetria, o controle para evitar rodagem fora do horário comercial é essencial e pode ajudar a diminuir em até 30% o seu custo com combustível.

  • Km/Litro

Trabalhe no comportamento dos condutores. De acordo com EPA (Agência de Proteção Ambiental dos EUA) um motorista pode afetar em 33% a eficiência do combustível. 

  • Menor Custo de Combustível

Muitas vezes a segunda maior despesa variável da frota é o combustível. O gestor deve analisar o melhor tipo de combustível para cada veículo da sua operação. Negociar preços com a rede de postos e utilizar cartões de abastecimento também são ações eficientes.

  • Redução de Custos do Ciclo de Vida

Estudos mostram que muitas organizações mantêm e operam veículos muito além da sua vida econômica ideal, o que pode aumentar custos de manutenção e até mesmo combustível.

  • O sexto passo para reduzir custos, é o cálculo do TCO

O principal cálculo do gestor de frotas é o TCO  (Total Cost of Ownership). No TCO, o gestor tem total acesso ao mapa de indicadores que permite enxergar a base, e também mais a fundo, todos os custos da frota, incluindo os que são ligados aos custos de acidentes ou a compra e manutenção dos veículos. Não existe um cálculo pronto para realizar o TCO, principalmente porque existem muitas variáveis em cada frota. O importante é saber quais itens devem ser levados em conta para cada custo a ser analisado. Da uma olhada nessa matéria sobre TCO.

 

Que dica você daria para o gestor que quer economizar na frota? Conta pra gente nos comentários. 

Deixe seu comentário