Conteúdo

28/07/2020

A medição de dados a distância – ou como é mais conhecida, a Telemetria – é hoje a tecnologia mais importante para as empresas que desejam elevar a gestão de frotas a um nível estratégico, reduzindo custos e aumentando a eficiência da operação.

Se você ainda não está convencido de que a implantação da telemetria na sua frota resulta em retornos rápidos sobre seu investimento, este post traz como isso pode ser alcançado e quais os benefícios dessa tecnologia para uma gestão mais eficiente.

Multas e Infrações

O relatório de infrações é um dos indicadores mais relevantes para a frota. Possibilita que você tenha acesso ao real comportamento dos condutores da sua frota e aja sobre cada um dos desvios de comportamento. A maior parte das empresas frotistas mede apenas o número e tipo de multas recebidas – algo que a telemetria pode abordar com mais profundidade.

Com o relatório em mãos, é possível ver o número e o tipo das infrações que os condutores estão cometendo. Essas informações permitem traçar estratégias para combater o mau comportamento, o que também impacta na redução de custos.

Outro aliado na gestão de infrações é o Velocidade por Via.  Essa é a única ferramenta que permite ao gestor de frotas entender como seus condutores realmente se comportam atrás do volante, pois, ao invés de ter apenas uma velocidade máxima parametrizada para todos, você passa a ter a velocidade automaticamente parametrizada seguindo a regra dos órgãos de fiscalização urbana e rodoviária.

Por que isso é importante?

Porque nem sempre a velocidade mais alta é a mais grave. Imagine o condutor que anda a uma velocidade de 120km/h em uma via de 110km/h. É uma infração grave e com certeza você consegue identificar e trabalhar na melhora desse condutor. Mas, e o condutor que anda a 90, 100km/h em vias de 40, 60km/h? Se você tiver apenas 1 velocidade máxima parametrizada, não conseguirá identificar esses desvios graves e, consequentemente, não consegue analisar a dirigibilidade real de todos os seus condutores.

Gestão de Combustível

O preço do combustível não é uma variável que pode ser controlada pelo gestor da frota. Porém, fazer uma análise do quanto cada veículo consome é essencial para uma boa gestão e a economia é garantida. Uma vez que você decidir por um fornecedor de telemetria, é muito importante identificar a possibilidade de integração que a empresa possui com outros fornecedores.

A integração resulta, especialmente, em unificar relatórios de modo a transformar dados em informações para tomada de decisão estratégica. A GolSat, por exemplo, integra os principais fornecedores de gestão de abastecimento: ao passar o cartão, os dados de abastecimento alimentam automaticamente o software da telemetria, que consegue produzir informações mais completas para o gestor da frota como, por exemplo, identificar se o carro estava realmente no posto e se o hodômetro digitado pelo frentista está de acordo com o real, no momento do abastecimento.

Ociosidade da Frota

Um carro parado pode oferecer tanto prejuízo quanto outro que rode demais. Por isso, os relatórios de quilometragem e ignição apontam veículos ociosos na frota e tratar essa questão tem sido prioridade para algumas empresas após a contratação da telemetria. Este indicador na gestão serve como parâmetro para ilustrar o cenário e sustentar ações de redução de frota ou aumento de produtividade dos veículos.

Rodagem Fora do Horário

Mapear o total de quilômetros percorridos por sua frota e a média de quilometragem rodada por cada veículo, dentro do horário comercial, é essencial para traçar um comparativo “motoristas x regiões x tipo de operação”. Por exemplo: que fatores fazem com que os condutores localizados na Região A tenham desempenho melhor que os da Região B?

Porém, a gestão pode ir além disso. De acordo com os cases relatados pelos clientes GolSat, a economia com combustível pode bater a casa dos 30% quando o indicador “rodagem fora do horário de trabalho” é levado em conta.

Para exemplificar, considere que o custo médio por quilômetro rodado de um veículo operacional é de R$ 0,70. Neste caso, os mesmos 1.000 Km rodados indevidamente, por exemplo, representam um custo extra de R$ 700,00 para cada carro. Já pensou o quanto isso custa anualmente para a empresa?

Segurança do Condutor

Com a telemetria, é possível medir velocidades máximas, aceleração, frenagem e curvas inadequadas, entre outros fatores que dizem respeito ao comportamento dos condutores da sua frota. A posse destas informações permite que você atue na melhora do seu programa de segurança para condutores e, com isso, previna multas, acidentes e manutenções corretivas.

Para a Zoetis, por exemplo, existe a gestão de frotas antes e depois da telemetria. A empresa considera que a gestão era menos efetiva, com número menor de informações e detalhes que não permitiam traçar o perfil das equipes. Com a implementação da telemetria, além da possibilidade de mudar esse cenário, a empresa ainda teve uma redução significativa nos acidentes e também nos custos. Houve a redução de 25% no número de infrações por km rodado, redução de 33% no valor médio mensal de sinistro por carro e a redução de 59% no valor médio mensal de multa por carro num período de seis meses. 

“Hoje os acidentes vêm caindo muito, principalmente os graves. As multas em queda a cada mês e as muitas antes de natureza grave e gravíssima hoje são a minoria. Temos um orgulho muito grande desse projeto, não pelo valor que agregou ao negócio, mas sim por saber que hoje cada um de nossa equipe retorna para a sua casa com muito mais segurança.” – Raphael Muller, Especialista em Frotas.

A segurança torna-se, também, um argumento essencial para as objeções que possam surgir por parte dos condutores quanto à implantação da telemetria. A melhor estratégia é a transparência. O recado aos condutores tem que ser simples, claro e direto: sua segurança sempre em primeiro lugar.

Melhorias na Política de Frotas

A Política de Frotas é um documento que anda lado-a-lado com a telemetria. Ela é o conjunto de regras que vai permitir que sua empresa tome ações preventivas e corretivas, sem sofrer ações trabalhistas.

Já a telemetria é o instrumento que identifica os desvios de comportamento, permitindo a aplicação eficiente da Política de Frotas. Primeiro é preciso definir os indicadores da telemetria para depois construir ou adequar a política de frotas de forma que ela atenda perfeitamente às necessidades da sua gestão de frota.

E aí, você concorda que a Telemetria é a tecnologia mais eficiente para a sua gestão de frotas? Você já utiliza essa tecnologia abordando todos os itens acima? Compartilhe conosco suas experiências ou dúvidas.

Conheça mais da telemetria da GolSat clicando aqui.

Comentários

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *