Conteúdo

14/07/2020

Vivemos um momento no qual é difícil imaginar nossa rotina sem alguma tecnologia, como internet e celular, por exemplo. Da mesma forma, vemos a crescente utilização de diversas inovações para otimização da gestão empresarial em prol do sucesso organizacional.

Na gestão de frotas, não é diferente: o uso de tecnologias impacta diretamente em diversos fatores. E é um erro pensar que elas só servem para empresas de grande porte.

Vamos entender quais os impactos gerados pelo uso de tecnologias na gestão de frotas?

Diminuição da sobrecarga de atividades manuais

O primeiro impacto que a tecnologia gera é, sem dúvidas, a diminuição da sobrecarga de atividades manuais. Nós sabemos o quanto a rotina do gestor de frotas é turbulenta e que, muitas vezes, as planilhas de Excel são as grandes aliadas da gestão.

Contudo, a alimentação manual de dados está sujeita a erros, sem contar o tempo que demanda. Assim, sistemas de gestão como o cartão combustível ou a telemetria, são fundamentais para a geração de informações mais seguras e de modo muito mais ágil.

Tecnologia para controle total da frota

A implantação de tecnologias para uma gestão de frotas mais eficiente é o primeiro passo para se obter total controle da operação: Quantos quilômetros a sua frota roda, no mês, no ano? Quanto se gasta com combustível por quilômetro rodado? O quanto sua frota roda fora do horário comercial? Será que a equipe utiliza as melhores rotas? Será que os condutores realizam uma condução segura?

Essas são apenas algumas das muitas questões que passam a ser respondidas quando o gestor obtém uma visão completa do desempenho de sua frota. Ter respostas seguras sobre essas questões é fator decisivo para mais um passo no sentido de se alcançar uma gestão eficiente de frotas: a redução de custos.

Redução de custos da frota

A partir do controle de todos os custos que envolvem a frota, é possível criar indicadores que visam a redução dos mesmos.

Além disso, é possível avaliar o desempenho/comportamento de cada condutor e sua produtividade, saber a quilometragem exata para agendamento de manutenções preventivas, realizar a definição de rotas mais dinâmicas, otimizar o uso do veículo, controlar o abastecimento, entre outros.

Decisões mais assertivas

A partir do uso de ferramentas para gestão de frotas e da criação de indicadores, as decisões que envolvem a frota são tomadas de modo muito mais assertivo, com base em estatísticas e no histórico que é construído.

As ações desenvolvidas para correções e reduções se tornam mais eficientes, uma vez que são passíveis de acompanhamento e avaliação. Assim, as decisões passam a ser tomadas mais rapidamente e de modo mais estratégico, o que agrega valor ao papel do gestor de frotas e torna sua gestão eficiente.

Esses são apenas alguns dos impactos que a tecnologia aplicada a gestão de frotas gera. E são os primeiros passos para se obter uma operação cada vez mais estratégica e eficiente.

E você, já sabe como a tecnologia pode ajudar na sua rotina? Sua empresa tem buscado uma gestão de frotas mais eficiente? Deixe um comentário abaixo com sua opinião ou dúvidas sobre o assunto.

Comentários

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *