Conteúdo

10/01/2017
Como exatamente a telemetria atua na profissionalização da frota, reduzindo custos e gerando segurança para os condutores? Conheça 4 frentes de atuação dessa tecnologia:  

Números e tipos de não conformidades

O relatório de não conformidades é um dos indicadores mais relevantes para a frota. Possibilita que o gestor tenha acesso ao real comportamento dos condutores de sua frota e aja sobre cada um dos desvios de comportamento. A maior parte das empresas frotistas mede apenas o número e tipo de multas recebidas – algo que a telemetria pode abordar com mais profundidade. Com o relatório em mãos, é possível ver o número e o tipo das infrações abaixo que os condutores estão cometendo, antes que ele leve uma multa em razão delas.
  • Excesso de Velocidade
  • Excesso de RPM
  • Rodagem fora do horário comercial
  • Carro ligado e sem movimento por mais de 15 minutos
  • Carro na "banguela"
Com essas informações, é possível traçar estratégias para combater o mau comportamento.  

Gestão de Combustível

O preço do combustível não é uma variável que pode ser controlada pelo gestor da frota. Porém, fazer uma análise do quanto cada veículo consome é essencial para uma boa gestão e a economia é garantida. Uma vez que o gestor de frotas precisa decidir por um fornecedor de telemetria, é muito importante que ele identifique a possibilidade de integração que a empresa possui com outros fornecedores. A integração resulta, especialmente, em unificação de relatórios: ao passar o cartão de combustível no posto, os dados de  abastecimento alimentam automaticamente o software da telemetria, que consegue produzir informações mais completas para o gestor da frota como, por exemplo, identificar se o carro estava realmente no posto no momento do abastecimento.  

Ociosidade

Um carro parado pode oferecer tanto prejuízo quanto outro que rode demais. Por isso, os relatórios de quilometragem e ignição apontam veículos ociosos na frota e tratar essa questão tem sido prioridade dessa empresa global no ramo de bebida após a contratação da telemetria.  

Rodagem fora de horário

Mapear o total de quilômetros percorridos por sua frota e a média de quilometragem rodada por cada veículo, dentro do horário comercial, é essencial para traçar um comparativo “motoristas x regiões x tipo de operação”. Por exemplo: que fatores fazem com que os condutores localizados na Região A tenham desempenho melhor que os da Região B? Porém, a gestão pode ir além disso. De acordo com os cases relatados pelos clientes GolSat, a economia com combustível pode bater a casa dos 30% quando o indicador “rodagem fora do horário de trabalho” é levado em conta.   Quais são os outros benefícios da telemetria que você considera essencial para sua frota? Conte nos comentários.

Deixe seu comentário