Conteúdo

21/07/2020

Sabemos que o departamento de frotas tende a ser o segundo maior custo de uma empresa, perdendo apenas para a folha de pagamento dos colaboradores. Em tempos de crise econômica em nosso país, ter uma gestão de frotas eficiente é uma oportunidade para as empresas gastarem menos e produzirem mais.

Mas, como fazer isso? Por meio do uso da tecnologia!

Como já dissemos em outro post, a tecnologia a favor da gestão de frotas possibilita uma gestão estratégica, baseada em indicadores e decisões assertivas. E agora você deve estar pensando “ok, isso eu entendi, mas, por onde começar? Que tecnologias minha frota deve ter e o que devo gerenciar? ”.

Para responder essas questões, acompanhe nossas dicas a seguir e entenda como iniciar uma gestão de frotas eficiente em sua empresa, com a ajuda da tecnologia.

O cartão combustível

Sem dúvidas o cartão combustível hoje é item essencial para se iniciar uma gestão de frotas mais eficiente.

Por meio dele você elimina o sistema de reembolso, passa a ter controle dos postos nos quais os veículos estão sendo abastecidos, tem acesso a extratos e relatórios gerenciais, entre outros benefícios que facilitam o desenvolvimento das suas atividades.

A Telemetria

A telemetria é a ferramenta ideal para apoiar o gestor estratégico. Sua premissa é gerar dados que são transformados em informações relevantes para a tomada de decisões. Por isso, as possibilidades de aplicá-la na gestão de frotas são infinitas.

Com a telemetria, é possível medir excessos de velocidade, ociosidade da frota, aceleração, frenagem e curvas inadequadas, histórico de rotas, infrações, quilometragem rodada, ranking de condutores por perfil de dirigibilidade, controle de combustível (alguns sistemas integram com o sistema de cartão combustível), além de acompanhar a localização do veículo em tempo real.

A posse destas informações permite que você atue para melhorar o desempenho da operação, resultando em economia, segurança e produtividade para a frota e para os condutores.

Os carros conectados

É preciso sempre estar atento as novidades do mercado. No que diz respeito a tecnologia relacionada aos veículos, uma das mais recentes – e ainda em aperfeiçoamento – é tecnologia de Carros Conectados.

Basicamente, o veículo possui uma conexão de internet, possibilitando a integração com smartphones, tablets e serviços de entretenimento (transmitidos pelo carro). Mas, o destaque está no quesito segurança: os fabricantes podem controlar os dados gerados pelo diagnóstico do carro e avisar o condutor sobre a necessidade de revisão ou manutenção preventiva, antes mesmo de o condutor notar tal necessidade. Em caso de acidentes, ao detectar o impacto, o veículo liga automaticamente para os serviços de emergência.

Outra novidade interessante é que esses carros podem transmitir os dados de performance de dirigibilidade para a seguradora, possibilitando o ajuste dos benefícios do seguro de acordo com a conduta realizada.

Isso contribui diretamente na redução de custos da frota e na segurança do condutor.

A escolha do fornecedor

Ao pensar nos fornecedores dessas tecnologias, vale ressaltar que nem todas as soluções oferecem benefícios semelhantes. Nesse ponto, é preciso se atentar ao comparativo preço versus qualidade dos serviços oferecidos.

Lembre-se que ao fazer do custo a sua única preocupação, você pode acabar optando por uma tecnologia aquém das suas necessidades, que não oferece confiabilidade e segurança suficientes, ou que não podem ser facilmente integradas com os softwares e processos já existentes.

Reduzir custos da frota de modo significativo, está absolutamente ligado a uma gestão eficiente, na qual há o controle de todos os custos envolvidos na operação e sua avaliação por meio de indicadores. E o gestor de frota pode encontrar nas Tecnologias grandes aliados para otimizar cada vez mais o desempenho da sua frota.

E você, quais tecnologias você utiliza ou conhece, que não foram citadas aqui? Em quais sua empresa pensa em investir? Compartilhe conosco como você tem feito a gestão da sua frota.

Comentários

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *