Whatsapp

Blog

Rastreamento, monitoramento e telemetria: entenda a diferença

Blog

Rastreamento, monitoramento e telemetria: entenda a diferença

12 de Julho de 2021

Entenda a diferença entre o rastreamento, o monitoramento e a telemetria e saiba como essas tecnologia podem ajudar sua gestão de frotas a ser mais eficiente. 

Um sistema de gestão para controle de frotas é uma ferramenta indispensável nos dias de hoje.

Isso é verdadeiro não apenas porque a tecnologia é uma aliada no momento de reduzir gastos operacionais, mas pelo fato de executar operações de logística de forma segura e ágil.

Existem várias ferramentas para fazer essa gestão, entre as quais se destacam três: o rastreamento, o monitoramento e a telemetria.

Contudo, o gestor de frotas se depara com várias dúvidas no momento de escolher qual ferramenta empregar em suas operações, como “Qual é a tecnologia ideal para a gestão dos carros da minha frota?” ou “Como eu posso entender o problema da minha frota e solucionar ele de acordo com as opções do mercado?”. 

Tantas dúvidas do gestor têm a sua origem no tamanho da responsabilidade que essa função traz consigo, que percorre assuntos como a contratação e supervisão de motoristas até o agendamento das manutenções necessárias de todos os veículos.

Então, com o objetivo de esclarecer essas dúvidas e facilitar o trabalho do gestor de frotas, preparamos esse artigo com as diferenças entre o rastreamento, o monitoramento e a telemetria. 

Assim, a pessoa responsável pelo controle e monitoramento dos veículos será capaz de tomar decisões acertadas no momento de escolher um sistema de controle de frotas.

 

O que é rastreamento?
Monitoramento: como funciona?
Telemetria: como essa ferramenta ajuda na gestão de frotas?
Qual sistema é ideal para o meu negócio?

 

O que é Rastreamento?

A principal função do rastreamento é localizar o veículo, por meio de uma tecnologia com GPS. 

No rastreamento, é possível acompanhar a localização do veículo durante todo o seu percurso

O objetivo dessa ferramenta é recuperar os veículos em caso de roubos e furtos e pode, ainda, ajudar no planejamento de rotas mais estratégicas e controle de paradas.

Assim o gestor analisa o deslocamento da frota e também os pontos de atendimento do time de campo. Os principais benefícios do rastreamento consistem no:

  • Gerenciamento do tamanho da frota;

  • Panorama de deslocamentos;

  • Análise de rotas estratégicas;

  • Tempo em campo;

  • Pontos de parada;

  • Controle do tempo de jornada.

 

Uma vantagem do rastreamento é acompanhar o veículo 24h por dia. Além de ter controle da localização do veículo, o rastreamento ainda permite analisar a velocidade de toda a frota por km/h em determinados pontos.

Essa ferramenta  também revela o histórico de localização e as ações dele por período.

Por isso, essa tecnologia de monitoramento é empregada com frequência em operações de roubo e furtos, uma vez que tomar conhecimento da localização do veículo é de extrema urgência.

Em conclusão, o rastreamento funciona como uma medida de segurança que, quando explorada, permite gerenciar pequenas operações de logística.

 

Monitoramento: como funciona?

O monitoramento consiste em observar a carga, o veículo e o condutor durante todo o percurso a ser realizado, desde o carregamento até a entrega no destino final.

Essa ferramenta, normalmente, é administrada por empresas conhecidas como gerenciadoras de risco, que realizam o acompanhamento do veículo.

Tais companhias operam de forma a coletar e analisar informações a respeito da rota, com o objetivo de prever desvios de trajeto, a fim de evitar atrasos. 

Além disso, o monitoramento auxilia o condutor em situações de risco ou pontos de apoio quando necessário. 

O diferencial do monitoramento é notificar os responsáveis pela frota de um evento inesperado ou indesejado e que pede intervenção imediata. 

Como exemplos de tais situações, é relevante mencionar roubos, sequestros, avarias, congestionamentos ou outros problemas que podem ocorrer durante o transporte. 

Outro ponto a ser destacado é a combinação de diferentes tecnologias para que o monitoramento possa acontecer. 

Geralmente sistemas de GPS e GPRS, sinais de radiofrequência, câmera de vídeo e equipamentos de telefonia, como celulares, são utilizados. 

Alguns dos benefícios do monitoramento consistem em:

  • Acompanhar a carga em tempo real na área empresarial e também em campo;

  • Se preparar para situações de risco;

  • Registrar as imagens do monitoramento para uso futuro;

  • Analisar o carregamento e garantir sua chegada em segurança e sem atrasos.

 

É possível notar que a principal diferença entre os sistemas de rastreamento e de monitoramento é o fato de o último ser mais sofisticado.

Enquanto o sistema de rastreamento informa as localidades por onde um veículo passou, a tecnologia de monitoramento permite especificar o paradeiro de frotas em tempo real. 

Ainda, um sistema de monitoramento ajuda o gestor a entender os motivos de algum atraso ou se houve algum desvio ou problema no percurso.

Sendo assim, a tecnologia de monitoramento é indispensável para uma gestão de frotas eficiente.

Há, ainda, uma opção ainda mais robusta que permite não apenas determinar a posição do veículo em tempo real, mas disponibilizar informações específicas sobre o veículo e o seu condutor.

Essa opção é chamada de telemetria, uma tecnologia que conecta o veículo em movimento com uma central de gerenciamento.

Saiba mais sobre o assunto no artigo:

 

Telemetria: como essa ferramenta ajuda na gestão de frotas?

A telemetria é uma tecnologia que traz um software mais completo quando o assunto é gestão de custos e riscos da frota, uma vez que permite ao gestor uma visão holística, ou seja, completa, da sua operação. 

Enquanto o monitoramento e o rastreamento têm como foco o veículo, a telemetria possui como diferencial as informações de comportamento do condutor, com o foco em cuidar da vida das pessoas no trânsito. 

Portanto, a telemetria trata-se de um método de coletar e enviar dados de forma remota, que permite extrair dados relevantes sobre o estado do veículo e o comportamento do condutor.

Além de atuar na melhora da performance de seus condutores, a telemetria possibilita ao gestor trabalhar de forma estratégica e ganhar novos posicionamentos dentro da empresa. 

Isso é possível devido à gestão de indicadores-chave e à oportunidade de economizar recursos, o que torna a operação mais dinâmica e produtiva. Com essa tecnologia, o gestor tem o poder de:

  • Realizar uma gestão por indicadores (quilômetros rodados, infrações, custos de combustível, entre outros) por condutor;

  • Analisar os excessos de velocidade cometidos;

  • Reduzir riscos de acidentes, número de sinistros e multas;

  • Avaliar o tempo de realização das viagens e distâncias percorridas;

  • Identificar infrações de aceleração e frenagens bruscas, bem como a execução de curvas inadequadas;

  • Reduzir custos com manutenções corretivas;

  • Planejar manutenções preventivas e desmobilização da frota;

  • Saber o tempo parado do veículo com o motor ligado;

  • Reduzir custos com deslocamentos realizados dentro e fora do horário comercial;

  • Identificar condutores em operações que possuem pool de veículos;

  • Trabalhar com alertas personalizados, de modo a simplificar a comunicação entre o time.

 

Além de total acesso ao condutor e a rodagem do veículo, a telemetria também possibilita uma gestão de combustível integrada, com informações sobre:

  • Médias de consumo por veículo;

  • Média de preço por litro;

  • Gastos por tipo de combustível ou estabelecimento;

  • Identificação de possíveis fraudes, abastecimentos suspeitos e veículos abaixo ou acima da média normal de consumo.

 

Para concluir, a telemetria permite o controle total da frota e possibilita o acompanhamento constante de cada veículo e condutor, em tempo real.

Conheça mais dessa ferramenta no artigo:

 

Qual sistema é ideal para o meu negócio?

A escolha de um sistema de gestão de veículos dependerá das necessidades da empresa e do tamanho da frota.

O rastreamento é recomendado para frotas menores e atendem a necessidade de localizar o veículo e ajudam no momento de elaborar rotas de percurso.

Em casos de roubos e furtos, as ferramentas funcionam como uma proteção necessária e indispensável para a segurança não apenas do veículo, mas do condutor também.

Se na gestão de frotas da sua empresa o gestor precisa de um maior controle sobre a operação de logística, a telemetria é a tecnologia recomendada, uma vez que se trata de um sistema mais completo, com indicadores avançados de comportamento dos condutores.

O acompanhamento de veículo através de telemetria viabiliza o desempenho máximo de sua frota, pois envia notificações em tempo real em situações falhas e, por acompanhar o veículo de forma constante e ininterrupta, tem atuação preventiva.

Isto é, como há o acompanhamento do desempenho e de comportamento do veículo, fica mais fácil ter uma gestão otimizada para reduzir custos

Quando o assunto é telemetria, a GolSat é responsável por criar um software revolucionário: o golfleet, um sistema 100% personalizável, no qual cada dashboard permite a organização e análise das informações sobre a frota de uma maneira inteligente. 

A plataforma desenvolvida pela GolSat permite não apenas realizar a gestão de combustível de forma integrada com a empresa de cartão de abastecimento, mas também gerar e extrair relatórios personalizados. 

Tais funcionalidades, combinadas, torna possível o entendimento do comportamento de cada condutor, o que inclui dados que indicam a velocidade em diferentes vias. 

Assim, o golfleet nasceu com o propósito de cuidar da vida das pessoas no trânsito, e permite que o gestor, e toda a empresa, evite acidentes e reduza diversos custos de operação.

Contudo, o mais importante, é que o sistema permite que vidas sejam salvas, uma vez que o principal objetivo do sistema é promover um trânsito seguro. 

 

 

Sua empresa tem telemetria? Você sabe como ela funciona? Fale com um de nossos especialistas e descubra o que a Golsat pode fazer pela sua gestão de frotas.